sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

FRIEDRICH NIETZCHE: ORAÇÃO AO DEUS DESCONHECIDO




Antes de prosseguir no meu caminho
E lançar o meu olhar para frente
Uma vez mais elevo, só, minhas mãos a Ti,
Na direção de quem eu fujo.
A Ti, das profundezas do meu coração,
Tenho dedicado altares festivos,
Para que em cada momento
Tua voz me possa chamar.
 Sobre esses altares está gravada em fogo
Esta palavra: “ao Deus desconhecido”
Eu sou teu, embora até o presente
Me tenha associado aos sacrílegos.
Eu sou teu, não obstante os laços
Me puxarem para o abismo.
Mesmo querendo fugir
Sinto-me forçado a servi-Te.
Eu quero Te conhecer, ó Desconhecido!
Tu que que me penetras a alma
E qual turbilhão invades minha vida.
Tu, o Incompreensível, meu Semelhante.
Quero Te conhecer e a Ti servir.
Friedrich Nietzsche (1844-1900) em Lyrisches und Spruchhaftes (1858-1888). O texto em alemão pode ser encontrado em Die schönsten Gedichte von Friederich Nietzsche, Diogenes Taschenbuch, Zürich 2000, 11-12 ou em F.Nietzsche, Gedichte, Diogenes Verlag, Zurich 1994.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

ESPERA NO SENHOR! ELE CUIDA DE NÓS!

Os dias vem e vão.

As coisas mudam. Na verdade parece que tudo está em constante mudança.

Aquilo que queríamos ontem, muitas vezes já não nos desperta interesse hoje.

Estamos no mundo da tecnologia, o mundo que tudo é pra ontem.

Esperar já não faz parte de nosso dicionário e não é um verbo que gostamos de conjugar.

Pra nós, homens e mulheres desse tempo a resposta deve ser sim ou não e se possível sempre 'sim'. Esperar, jamais.

A palavra de Deus nos orienta:

Espere no Senhor. Seja forte! Coragem! Espere no Senhor.
Salmos 27:14

Esperar em Deus faz parte da vida do cristão.

A Bíblia também diz:

E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.
Romanos 5:5

Temos um Deus que tem prazer em cuidar de nós seus filhos, mas muitas vezes Ele nos faz esperar e esperar com paciência.

Quando esperamos em Deus, depositamos NEle a nossa confiança e fé, dizendo eu sei que o Senhor tem o tempo certo para todas as coisas.

Ele cuida de nós meus amados!

Paz e bem!

Espere no Senhor!

Deus cuida de nós!!!


terça-feira, 20 de setembro de 2016

REFLEXÃO DO DIA

Eu já estive em muitos lugares. Em alguns de forma física, vi tudo através de meus olhos.

Outros lugares, visitei através de outras pessoas, de seus olhos e de suas percepções.

Visitei alguns lugares em sonhos, alguns dormindo e outros acordado. Nessas visitas estive com pessoas, falei muitas coisas, expressei desejos e sentimentos.

É, podemos ir ao passado e no futuro. Ao passado vamos com nossas lembranças de como foi e de como poderia ter sido. Não, não podemos mudar o que foi.
No futuro vamos com nossos desejos, fé e esperança.

O meu presente é afetado por essas duas realidades, Olhando o passado percebo o que devo mudar, quais devem ser as reais preocupações e onde devo investir meu tempo.

Olhando o futuro, sou impelido a tomar decisões que possam gerar a conclusão das expectativas que agora tenho.

Assim vou vivendo, revivendo e querendo viver. Caminho nessas realidades, visito as com frequência e elas me afetam profundamente.

Meu maior consolo e esperança está na fé que tenho em UM Ser que está além do passado presente e futuro. Eles estão diante dele, acontecendo de forma simultânea. Ele vê o que se foi, o que é e o que será. Ele não apenas vê, tudo acontece segundo Sua eterna vontade.

Quanto a mim, sei que Ele esteve/está em cada dia do meu passado, sei que Ele está no presente e sei que Ele está/estará no meu  futuro.

Há medos e incertezas? Claro que sim. Estou sujeito a essa linearidade do tempo.

Mas há também a fé. Fé Naquele que existia antes de tudo e que sem Ele nada do que foi feito poderia existir.

Com essa fé eu caminho nas minha andanças. Essa fé vai comigo por onde eu for. Essa fé me faz crer e ver o impossível. Ela é a certeza do que espero e a convicção do que ainda não vejo.

Essa fé, presente de Deus, me faz agradá-lo, me faz crer Nele.

Me faz crer que Ele é quem me abençoa, me guarda e me guia. Me faz crer que o Caminho foi preparado e tudo que tenho é seguir.

Dia a dia vou seguindo, sujando os pés na poeira da estrada da vida, ora cheio de ânimo, ora totalmente desanimado.

Mas vou em frente. Na estrada da Vida vou pelo Caminho!

O Caminho tem um nome e seu nome é Jesus!

terça-feira, 9 de junho de 2015

A CRUCIFICAÇÃO DA PARADA GAY E A CRUZ DE CRISTO


Refleti em tudo que aqui foi dito sobre o assunto, conversei com alguns amigos e gostaria de expressar a minha opinião:

A crucificação nunca foi sinal de sagrado, mas de vergonha, de miséria e pagamento da culpa.

A cruz de Cristo vem antes da crucificação, pois Ele o Cordeiro Santo foi imolado antes da fundação do mundo, antes de criar Ele se deu pela criação.

Na cruz está o sangue que perdoa todos os pecados pois foi uma oferta de amor de Um Deus gracioso em nosso favor!

Aquela imagem não me ofendeu em nada, ainda que entenda a dor de tantos queridos religiosos e sinceros.

Por isso quando vi a transsexual naquela cruz, me vi ali com ela, com minha miséria, meus pecados, minha vergonha.

Sim era eu e ela e todos nós que deveríamos estar ali, mas Ele a tomou em nosso lugar e o seu sangue tem poder pra me perdoar, pra perdoar a ela e perdoar a todos nós.

Meu desejo e oração como igreja é que abracemos essas pessoas.

Há uma guerra ridícula e não estou de nenhum lado, nem dos defensores da ditadura gay e nem dos pretensos defensores da religião.

Creio no Evangelho que cura, que transforma e que perdoa! Creio no amor de Jesus Cristo por todos e mesmo na hora de Sua morte, de Sua crucificação rogou ao Pai: "Perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem!"

E termino dizendo o mesmo para nós: Senhor perdoa-nos nós nunca sabemos o que estamos fazendo! Salva-nos de nós mesmos!!!

Essa é minha sincera opinião.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

EVANGELHO...




O Evangelho é, "os teus pecados estão perdoados", portanto, "vá e não peques mais", isto é, comece e termine seu dia aos pés da Cruz onde todos encontram perdão todos os dias o dia todo, pois ali, "tudo foi consumado". 



O Evangelho é, "lavem os pés uns dos outros", pois, ninguém chega ao final da jornada de um dia sem ter os pés empoeirados nas lutas da vida. 
"Fazei isto em memória de mim"

O Evangelho é, perdoem e perdoem-se até que se sintam perdoados.

No Evangelho não há mais maldição.
"Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;" Gálatas 3:13

No Evangelho não há tiranos nem tiranias, antes, há os que servem uns aos outros em amor e amizade.

No Evangelho não há terrorismos, ameaças, intimidações, constrangimentos, no Evangelho há graça e um convite aos relacionamentos lubrificados pelo amor e amizade.

No Evangelho não há medo, há segurança.

No Evangelho não há algemas, cabrestos, rédeas, viseiras, antes, no Evangelho há plena liberdade e cada um anda segundo e seguindo a sua própria consciência em Cristo.

No Evangelho não há súditos, há amigos irmãos e irmãos amigos.

No Evangelho não há hierarquias, antes, todos partilham o pão e o Pai ao redor da mesa, pois, no Evangelho, o Pai, o pão, o perdão é nosso.

Não Evangelho não há quem manda, só há quem serve.

No Evangelho, o Pai nos serviu dando seu Filho. O Filho nos serviu se dando e nos enviando o seu Espirito e o Espirito nos serve interpretando nossas oração fazendo chegar ao Pai o que de fato precisamos.
No Evangelho só há quem serve.

No Evangelho há doação da parte do Pai de dons, talentos, competências, habilidades e recursos pra serem doados no serviço ao próximo.

No Evangelho há doação da parte do Pai de dons, talentos, competências, habilidades e recursos pra serem doados no serviço ao próximo.

No Evangelho dons, talentos, competências, habilidades, recursos não são pra serem exercidos de maneira impositiva, tirânica, déspota, não, antes estes dotados existem pra servir, sim, servir como servos.

No Evangelho os dons não colocam ninguém acima de ninguém, antes, nos coloca a todos na horizontal pra servirmos mutuamente uns aos outros.

No Evangelho, mesmo os dons de liderança são doados pra servir, sim, os melhores lideres são os servos lideres e lideres servos.

No Evangelho, autoridade espiritual é ferramenta pra ajudar no crescimento e na maturidade dos que precisam ser ajudados, acompanhados, escorados, acolhidos durante um tempo até que estes andem com suas próprias pernas e segundo e seguindo suas próprias consciências cativas a Cristo.

No Evangelho, autoridade espiritual não pode ser exercida pra se criar e adestrar o rebanho do Senhor e torna-lo seu próprio rebanho.
No Evangelho, o rebanho já tem dono.

No Evangelho, autoridade espiritual não pode gerar medo, intimidação, subserviência, antes, autoridade espiritual caminha ao lado e fazem a jornada junto com os que carecem de cuidados e pastoreio.

No Evangelho, autoridade espiritual está sobre todos da Comunidade dos Seguidores de Jesus de Nazaré pra ser exercida por todos em amor e amizade.

"No Evangelho não há MEUS discípulos, e sim discípulos DELE"

No Evangelho só há uma Estrela que brilha permanentemente, Jesus de Nazaré, a Estrela da Manhã que brilhou e brilha por toda eternidade.

No Evangelho não há o que Deus fará, antes, há o que eu farei pelo que Deus fez em mim.

No Evangelho não há só o que Deus fala só com um, há o que Deus fala com todos pra que todos sejam edificados em amor e graça.

No Evangelho não há lugares, patrimônios ou títulos sagrados, antes, há gente que aos olhos do Senhor são "terrenos sagrados" nos quais se toca com reverência.

No Evangelho não há amarras, há laços fraternos e abraços afetuosos que acolhem e curam.

Por Carlos Bregantim
Retirado da Rede social do autor - www.facebook.com/carlos.bregantim